África do sul Clássica 10x de R$ 538,51


 

08 dias – saídas confirmadas de janeiro a dezembro de 2018, reserve agora e garanta seu lugar

País de dois oceanos (Atlântico e Índico), três capitais (Pretória, a administrativa, Cidade do Cabo, a legislativa, e Bloemfontein, a judiciária), dos Big Five (leão, leopardo, elefante, hipopótamo e rinoceronte)... Difícil, na África do Sul, é escolher o melhor roteiro: no sul, a viagem rodoviária por algumas das paisagens litorâneas mais bonitas do hemisfério, a Rota Jardim; no leste, o gosto de curry da multiétnica Durban; ou um dos melhores safáris do mundo, no Parque Kruger, já na fronteira com Moçambique, que tem savana e floresta com os bichos vivendo soltos, livres, sem medo a não ser de seus predadores. É claro que ainda são visíveis as cicatrizes do regime de segregação racial (o apartheid), interrompido em 1994 com a primeira eleição multirracial. Após mais de uma década de experiência democrática, persistem altos índices de pobreza e criminalidade, embora o país tenha o maior PIB do continente. Mas a África do Sul vai superando essas mazelas aos poucos e tem atrativos para os turistas muito além dos estereótipos. O viajante upscale pode se isolar em hotéis de luxo na Cidade do Cabo sem nem imaginar que a Costa Selvagem faz a delícia dos mochileiros e os safáris, a dos turistas básicos, por exemplo.

Aos pés da Table Mountain (um platô de 1086 metros de altura que, bem, tem a forma de uma mesa), a Cidade do Cabo (Capetown) esparrama-se preguiçosamente e com graça rumo ao mar. Carrega o título de capital legislativa do país, mas talvez fosse mais justo o de capital da qualidade de vida. Recheada de belas trilhas, parques e praias badaladas (como Clifton e Camps Bay), é um eterno convite à vida outdoor. Mas mistura a tudo isso bons museus, bonitas igrejas e castelos, e um ambiente cosmopolita que se revela em bares, restaurantes, lojas e hotéis design. Seus bairros ajudam a contar parte de sua história. Bo-Kaap, com suas casas coloridíssimas, é o reduto muçulmano, criado no século 18 com a construção da primeira mesquita do país. Tamboer Skloof e Muizemberg narram a colonização inglesa através de seus lindos sobrados vitorianos. City Bowl, o coração comercial da cidade, revela traços da colonização holandesa em monumentos como o Castle of Good Hope (Castelo da Boa Esperança), do século 17. Não bastasse todo esse cenário espetacular, a Cidade do Cabo é ainda cercada de belos motivos para escapadas curtas: Boulders Beach, a famosa praia dos pinguins; os premiados vinhedos da região de Stellenbosch; e o Cabo da Boa Esperança que, ao contrário do que se imagina, não é nem o ponto mais ao sul do continente africano e nem o ponto da divisão entre os oceanos Atlântico e Índico (os dois títulos pertencem a Cape Agulhas, um pouco mais a leste), mas um belo parque natural à beira-mar.

Não, Johannesburgo não é a capital da África do Sul, é sim, a maior cidade do país. Antiga capital de ouro do mundo, no século 19, continua a fervilhar de vida e de cosmopolitismo. Jo'burg, como é chamada pelos moradores, surgiu na corrida do ouro da década de 1880. O outrora pequeno assentamento africâner - isto é, descendente da colonização holandesa - tornou-se a principal cidade do país já na primeira metade do século 20. Atualmente, vive uma grande transformação. Bairros cheios de shoppings sofisticados e restaurantes caros, antes apenas frequentados por brancos, começam a se mesclar. Desde o fim do apartheid, uma enorme massa de negros ascendeu socialmente. Além disso, Jo'burg não é uma cidade no sentido clássico, mas um arquipélago de distritos e subdistritos que se conectam por autopistas. Como em Los Angeles e em São Paulo, o carro dita as regras e a "urbanidade" do lugar. Sandton, Melrose, Melville e Rosebank são alguns dos nomes associados a lugares com mansões, bons restaurantes, gigantescos shoppings e hotéis cinco estrelas. Os complexos de lojas de Sandton City e Nelson Mandela Square (interligados por uma passarela coberta sobre a rua) são labirintos de extensos corredores repletos de lojas de departamentos e de grife, livrarias e cafés.


O que o pacote inclui


Passagem aérea Brasil /Johanesburgo /Cidade do Cabo /Brasil

Traslado de chegada e saída em todos os destinos;

01 noite de hospedagem em Joanesburgo com café da manhã;

02 noites de hospedagem em Mpubalanga com café da manhã e jantar;

03 noites de hospedagem na Cidade do Cabo com café da manhã;

01 Sáfari de dia inteiro no Kruger em veículo 4x4, com guia em espanhol.

Visita panorâmica de Pretória com chofer-guia em espanhol

Completa assistência no destino

Seguro viagem internacional


Roteiro


Dia 1 - Brasil

Apresentação no aeroporto para embarque com destino a África do Sul, munido de documentação exigida. 

Dia 2 - Joanesburgo

Chegada, recepção pela nossa equipe e traslado ao hotel (a diária inicia às 15h). Considerada a “porta de entrada” da África do Sul, possui inúmeras galerias de arte, museus, centros de artesanato, mercados populares e shoppings de alto padrão. Restante do dia livre. Hospedagem.

Dia 3 - Joanesburgo, Kruger

Café da manhã no hotel e saída para viagem rodoviária com destino a Mpumalanga. Visita panorâmica pelas belas paisagens de Blyde River Canyon e pelo mirante conhecido como God´s Window (Janela de Deus). Chegada a Mpumalanga, a segunda menor província sul-africana, que no passado atraiu muitos caçadores e mineiros em busca de fortuna. Nelspruit é sua capital. Restante do dia livre. Jantar e hospedagem.

Dia 4 - Kruger

Café da manhã no hotel e saída para passeio de dia inteiro no Kruger Park, para um safári realizado em Land-Rovers (jeeps abertos 4x4). Cada Land Rover segue com o seu ranger e um rastreador. Parada para almoço (não incluso). Ao entardecer, faremos uma parada em ponto estratégico para admirar o pôr do sol nas montanhas. Regresso ao hotel. Noite livre, jantar e hospedagem.

Dia 5 - Kruger, Pretoria, Joanesburgo, Cidade do Cabo

Café da manhã no hotel e saída para viagem rodoviária com destino à cidade de Pretória, a capital administrativa e financeira da África do Sul. Faremos uma visita guiada por esta bela cidade, que guarda muito de sua influência europeia, com prédios de arquitetura vitoriana e avenidas com jacarandás. Seu nome é uma homenagem ao fundador A. W. J. Pretorius, um voortrekker (pioneiro holandês). Em horário pré-determinado, traslado ao aeroporto de Joanesburgo para embarque com destino à Cidade do Cabo. Chegada, recepção pela nossa equipe, traslado ao hotel e hospedagem.

Dia 6 - Cidade do Cabo

Café da manhã no hotel. Dia livre para atividades pessoais. Vale a pena conhecer os principais pontos históricos da “Cidade Mãe” da África do Sul, fundada em 1652 pelo holandês Ian Van Riebeck, como o Forte da Cidade e o Bairro Malaio. Sugerimos também um passeio pelos Jardins da Companhia Holandesa das Índias Orientais e pelo Museu Nacional da África do Sul. Se puder, não deixe de apreciar a bela vista do alto da Montanha da Mesa e, à noite, desfrutar das atrações do Waterfront, um belo píer, com restaurantes, bares e um shopping center. Hospedagem.

Dia 7 - Cidade do Cabo

Café da manhã no hotel. Dia livre para atividades pessoais. Sugerimos um passeio ao Cabo da Boa Esperança, margeando a costa do Oceano Atlântico, uma espetacular paisagem de mar e montanhas, passando por zonas residenciais e pequenos povoados costeiros. No caminho, parada no Porto de Hout Bay e depois na Reserva Natural do Cabo da Boa Esperança. No local, conhecido como Ponta do Cabo, se encontram as correntes do Oceanos Atlântico e Índico. Regresso via False Bay e tempo livre para almoço. Restante do dia livre. Hospedagem.

Dia 8 - Cidade do Cabo

Café da manhã no hotel. Em horário pré determinado, traslado ao aeroporto da Cidade do Cabo para embarque com destino ao Brasil.

 

 


Hotel previsto


Em Joanesburgo:

Hotel Peermont Metcourt At Emperors Palace - http://www.emperorspalace.com/hotels/peermont-metcourt-hotel

Em Mpubalanga:

Ingwenyama Conference & Sports Resort - http://ingwenyamasport.com/

Em Cidade do Cabo:

Hotel Lady Hamilton - http://www.ladyhamilton.co.za/

 


Investimento por pessoa


Em apto duplo conforme o regime:

A partir de: US$ 1.593,22


Forma de pagamento


A vista ou parcelado em 10 vezes iguais sem entrada no cartão de crédito ou parcelado em 10 vezes sendo entrada de 20% e saldo em 09 vezes sem juros no boleto bancário* ou cartão de crédito

 

Sujeito à disponibilidade e alteração sem prévio aviso;

Preço por pessoa, a partir do valor mencionado acima, conforme acomodação e regime descrito acima, em Dólar americano convertido ao câmbio do dia do fechamento, já incluído as taxas de embarque na menor tarifa aérea disponível para o período;

Obrigatório passaporte com validade mínima de 06 meses a partir da data de chegada ao destino e possua pelo menos uma página em branco frente e verso.

Exige certificado internacional de vacina contra febre amarela.

Parte aérea sujeita a alteração de data, horário e ou companhia aérea;

Saídas garantidas com um mínimo de 02 passageiros.

Dependendo do número de passageiros, o transporte poderá ser realizado em carro, minivan ou ônibus.

Consulte outras opções de hotel e passeios;

Obrigatório passaporte com validade mínima de 06 meses a partir da data de chegada ao destino

Obrigatório certificado internacional de vacina contra febre amarela

*Pagamento sujeito a análise de crédito. Pagamento a vista feito através de depósito bancário